Afonso Henriques Ferreira

Nasceu em Viseu, 1931. Seu pai, sargento-músico na Banda de Infantaria 14, quando, em 1937 cerca de trinta bandas militares foram dissolvidas pelos insignes da Ditadura, pois, a classe de sargentos  era uma ameaça visível, e actuante, à segurança do Estado; foi transferido para Artilhara 2, Coimbra.

Cursou, então, a Escola Industrial e Comercial de Avelar de Brotero, onde, na disciplina de português teve, como professor, o  mestre Anselmo Ferraz de Carvalho. Completou o Curso de Electrotecnia ingressando,  depois, no ERC -Emissor Regional de Coimbra onde, nas gravações "Serenatas de Coimbra" privou com Zeca Afonso, Luís Goes, António Portugal, Fernando Rolim, e com Vitorino Nemésio, programa literário mensal para a EN.

Na década de 60, escreveu diálogos radiofónicos interpretados na Rádio  Graça pela actriz Lurdes Norberto e pelo actor Jacinto Ramos. Colaborou no "Diário de Lisboa", "Diário Popular" e "Jornal da Rádio" na modalidade "contos".

Em 1962, editou uma peça de teatro "O GRANDE CULPADO" pela "mão" de Urbano Tavares Rodrigues, peça que nasceu para ser inserida na rubrica de teatro radiofónico da EN, mas posta de lado pelos mentores da rubrica, pois fugia à linha dos conceitos políticos, religiosos e de bons costumes estipulados pelo SNI --- Secretariado Nacional de Informação.

Desde Abril de 2002, reside na Casa do Artista.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.