Alexander Search

Alexander Search é um dos diversos heterónimos criados pelo poeta e escritor português Fernando Pessoa. Terá sido concebido em 1899, quando Pessoa era ainda um estudante na África do Sul, onde permaneceu entre 1896 e 1905. Sob este heterónimo, o poeta escrevia cartas a si mesmo, bem como poemas escritos em inglês e português. Pessoa terá criado igualmente um irmão de Alexander Search, ao qual deu o nome de Charles James Search.

De Alexander Search existirá ainda um considerável número de inéditos por desco- brir. Neste heterónimo são particularmente frequentes os textos de cariz filosófico e psi- quiátrico, interesses bem patentes num texto encontrado no espólio do escritor e assinado por Alexander Search:

“Milhares de teorias, grotescas, extraor- dinárias, profundas, sobre o mundo, sobre o homem, sobre todos os problemas que perten- cem à metafísica atravessaram o meu espírito. Tive em mim milhares de filosofias das quais – como se fossem reais nem mesmo duas con- cordariam. Todas as ideias que tive, se tivessem sido escritas, teriam sido um grande investi- mento na posteridade; mas, devido ao carácter muito peculiar do meu espírito, mal a teoria, a ideia, me surgia, logo desapareceria, e imedia- tamente depois de ter desejado ardentemente sentir isso, não me lembrava de nada, absoluta- mente nada do que poderia ter existido. Assim a memória, como todas as minhas outras facul- dades, predispunhame a viver num sonho.”

Alexander Search é ainda brevemente descrito por Pessoa – numa breve nota biográ- fica e de temas a desenvolver pelo heterónimo – nos seguintes termos:

“Alexander Search: nascido a 13 de Junho, 1888, em Lisboa.

Tarefa: todas as que não provenham dos outros três.

1. O regicídio e a situação Política em Portugal.

2. A Filosofia do racionalismo.


3. A Perturbação Mental de Jesus.

4. Delírio.


5. Agonia.”

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.