Alexandre de Alcântara

Alexandre de Alcântara se tornou referência no mundo da música por fazer com que músicos e cantores alcançassem respeito no Brasil perante a odontologia, num patamar tão elevado que ainda se encontram apenas tímidas iniciativas em países considerados desenvolvidos na América do Norte e Europa.

Além de defender atendimento especial para músicos e cantores nas cadeiras de dentistas do mundo todo, Alcântara trabalha para que a saúde do artista ganhe maior atenção em todas as especialidades médicas.

No caso específico do universo dos músicos de instrumentos de sopro, muitas vezes posturas incorretas no momento de tocar geram dores cujos sintomas podem ser confundidos por um especialista que não entenda o trabalho do artista. O assunto, que na área médica pode envolver inúmeros especialistas, chamou a atenção de Alcântara, em 1995, ele percebeu à época que não havia na odontologia um especialista nessa área.

Graças à sua atuação no Brasil, o Conselho Federal de Odontologia emitiu parecer em 2012 no qual reconhece que o músico de sopro é um paciente especial e requer atenção. Este tipo de reconhecimento é comparável, apenas, com o tipo de atenção que o músico possui na Alemanha, não sendo visto algo parecido nem mesmo nos Estados Unidos.

Alcântara já escreveu três livros -”O Cirurgião-Dentista frente a AIDS”- “Saúde para Músico” e “Odontologia para Músicos de Sopro” – e se transformou na principal referência da área no Brasil, tratando de clientes de várias partes do País e da América Latina que atuam em importantes bandas e orquestras.

Alcântara publicou casos clínicos e estudos em revistas internacionais como Pinnacle Medicine & Medical Sciences (África e Oriente Médio), Trumpetland (Espanha), International Trumpet Guild (ITG, Estados Unidos), International Horn Society (IHS).

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.