Ana Filipa P. Moita Gomes

 Ana Filipa Pereira Moita Gomes tem 32 anos. Tem costela Africana.Nascida a 18 de Maio de 1982, viveu entre a cidade de Anadia e a Vila de Mortágua.Tendo iniciado a sua vida e os seus estudos em Anadia, foi criada nos ares de Mortágua, local para onde foi residir mais tarde, concluindo o ensino secundário.Em 2013 regressou às origens.Presentemente, trabalha como empregada fabril para sustentar a filha de 10 anos.A ideia de escrever um livro remonta há anos atrás... desde que se sente gente! Desde criança que vive pela escrita.As suas letras são inspiradas na ideia de diferentes perceções existenciais, até na própria experiência de vida e na vida de tantos que a rodeiam!Redigiu esta pequena obra por concretização pessoal...e se chegou até aqui, consegue provar que há sempre uma luz ao fundo do túnel, mesmo naqueles momentos em que a vida nos foge e uma assombrada escuridão se instala dentro de nós!É preciso garra para chegar até ela e percorrer o caminho que mais felicidade e alegria nos tragam!A sua ambição sempre foi poder contribuir para o mundo com testemunhos de realidades da atualidade que pudessem auxiliar ou até mesmo apoiar seres humanos com o mesmo género de problemas de que o livro retrata: como a anorexia, a bulimia e o transtorno de personalidade borderline... Com a finalidade de que esses seres humanos não se sintam tão sós, se desprendam do vazio e recuperem a autoestima!«Eu...sou apenas mais um ser em busca de uma vida repleta de alegria até ao meu último suspiro de vida!»

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.