Artur Barros

 Artur Barros nasceu em Rande, Felgueiras, em 1948. Aí residiu até 2005, ano em que fixou residência na cidade de Gaia.Com formação de contabilista, exerceu actividade profissional nas áreas administrativa e de gestão em diversos sectores de actividade.Passou pelo sindicalismo e pela política, tendo sido Deputado à Assembleia Constituinte de 1976 e Vereador Permanente da Câmara Municipal de Felgueiras, durante dois mandatos (1980/1982 e 1983/1985).Escreve desde muito jovem, tendo publicado uma grande parte da sua obra poética em jornais locais. Foi coordenador da página literária de um deles e, mais tarde, chefe de redacção e director de dois semanários.Além da escrita, tem como paixão a pintura que desenvolve desde 1994, tendo exposto, desde então, quer individualmente, quer em colectivas, estas muitas vezes a favor de causas sociais.Ganhou vários prémios literários na área da poesia e está representado em mais de uma dezena de colectâneasPublicou: “Dez Sonetos para Felgueiras”, 1992, poesia; “Mary Céleste, a Verdadeira História”, 2003, romance; “O Homem Eterno”, 2004, romance; “A Ponte e o Rio”, 2008, romance.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.