Bento Passinhas

Sou um alentejano de gema. Filho único de camponeses alentejanos. Nasci numa pequena aldeia do Concelho de Serpa, situada na margem esquerda do rio Guadiana, à qual deram o nome de Brinches. Lá cresci até aos 14 anos, altura em que me mudei para Moscavide e onde vivi até aos 24 anos. Entretanto cumpri o serviço militar durante cerca de três anos, dois dos quais passados no Batalhão de Comandos em Montepuez, Moçambique.

Com quase 25 anos emigrei para a Alemanha para viver dentro do famoso muro da vergonha em Berlim. Lá trabalhei na BMW, onde permaneci durante 15 anos como bate-chapas, e casei com a mulher pela qual tinha feito esta mudança de vida. Tivemos dois filhos maravilhosos, uma rapariga e um rapaz. Ainda hoje, passados 37 anos, a mãe dos meus filhos continua a aturar-me.

No final de 1991 regressámos de vez para a nossa Pátria mais precisamente para Brejos de Azeitão onde permanecemos até aos dias de hoje. 

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.