Bertina Lopes

 Chamo-me Maria Luísa de Carva­lho Lopes, nasci em Lobazes, fre­guesia e concelho de Miranda do Corvo, distrito de Coimbra, no dia três de janeiro de 1955, no seio de uma família numerosa. Meus pais – Mário Pedro Lopes e Albertina Luísa de Carvalho, trabalhadores rurais/doméstica.

Não tive oportunidade de estudar enquanto jovem, tal como todos os meus irmãos. Mais tarde surgiu a oportunidade e retomei os estu­dos, em regime noturno e sempre como trabalhador estudante. Com algumas paragens pelo meio, concluí a Licenciatura em Filoso­fia e posterior Estágio do Ramo de Formação Educacional em 1996, ano em que, inesperadamente, fa­leceu a minha mãe.

Desde sempre me senti muito mo­tivada pela leitura, pelo conheci­mento em geral e pelas artes em particular. Comecei a escrever po­esias no 3º Ciclo (3º Ciclo Liceal Noturno). algumas perderam-se outras consegui recuperar. Depois de aposentada, com mais tempo livre, ressurgiu a vontade e a ne­cessidade de escrever.

O primeiro livro que escrevi foi “Ca­minhos e Escolhas”, de 2017. O segundo foi “Um Gato a Falar de Amor”, de 2018. O terceiro foi “Ra­ízes”, de 2019. O quarto foi “Enig­mas”, de 2020. Sendo o presente livro “Metamorfoses”, o quinto livro. Todos eles da Chiado Books, exce­to “Enigmas”, publicado pela Edi­tora Artelogy, na sequência de um prémio atribuído pela participação numa Antologia de poesia. Espero continuar a escrever.

Ainda antes da escrita, tive várias profissões em diferentes âmbitos de atividade às quais me dediquei de coração. Além disso tive outras atividades tais como: catequista, zeladora missionária, artesã (bor­dados, pinturas, costura…), voca­lista num grupo de música popular. (…).

Amo a terra. Gosto de jardinagem, agricultura e protejo a Natureza.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.