Dagoberto Campos de Lima

Dagoberto Campos de Lima, nasceu a 21 de Junho de 1928, na Guarda, Freguesia da Sé, com 12 anos de idade ingressou no, então, Instituto Superior Técnico Militar dos Pupilos do Exército onde concluiu, com excelente classificação, o Bacharelato (Engenheiro Técnico) do Curso de Construções, Obras Públicas e Minas, a que se seguiu o desempenho de altos cargos na: Companhia de Diamantes de Angola (1951 a 1956); na Junta de Energia Nuclear (1957 a 1961); na Empresa multinacional Sondagens Rodio, Lda. (em Angola e Moçambique de 1961 a 1970); na PROFABRIL – Centro de Projectos S.A. (1970 a 1976, em que, integrado na Fiscalização de Qualidade da Barragem de Cabora Bassa se destaca a chefia da Divisão de Geotecnia e Injecções); na PROFABRIL, em Portugal, com destaque para as peritagens aos trabalhos de fundações da Doca Seca no Bahrain – Manama – Arábia Saudita, em execução pela Empresa Sul-coreana Hyundai, nos Estaleiros Navais da LISNAVE e SETENAVE, na Barragem do Covão de Ferro, na Serra da Estrela, na Chefia do Laboratório de Geotecnia e Betões, etc. (de 1977 a 1979); na Empresa COYNE ET BELLIER – Bureau d’Ingenieurs Conseils, como consultor especialista em Injecções/Perfurações na construção da Barragem de Oymapinar – Turquia (1979 a 1981); na FBO – Fernando Braz de Oliveira, Consultores de Engenharia, Lda., em que se destaca: consultor da DNA – Direção Nacional de Águas – R-P. Moçambique para a construção das Barragens dos Pequenos Libombos, Barragem da Corumana e Reparação da Barragem de Massingir (1982 – 1987) e, em Portugal, sub-chefe da Fiscalização e Chefe da Divisão de Acessos na construção da Ponte de São João, no Porto, (1987 – 1991), Chefe da Fiscalização no CCB – Centro Cultural de Belém (1992 – 1994); na MOTTCONSULT, Consultores de Engenharia, Lda., integrado no consórcio KMGA – Kaiser Engineers / Mott MacDonald / Sir Alexandre Gibb & Partners / WS Atkins International, como engenheiro sénior na fiscalização dos Túneis da Linha da Beira Alta (1994 – 1998); na WS ATKINS (Portugal), Consultores e Projetistas Internacionais Lda., integrado no con- sórcio KAF – Kaiser Engineers/WS Atkins (Portugal/FBO – Consultores (Grupo DHV)) na Linha do Norte, subtroço 2.2. – Albergaria/Alfarelos, como Director Técnico/Qualidade (1994 – 2000); na REFER – Febritas, Empreendimentos Industriais e Comerciais, S.A., como Consultor de Geotecnia na Modernização da Linha do Algarve (2002 – 2004); Executou várias palestras: Liceu Luís de Camões – Beira, Moçambique, sobre a Barragem de Cabora Bassa (1973), Ordem dos Engenheiros (Lisboa), sobre a corrosão em armaduras do betão nas docas de construção e reparação da SETENAVE e “Empreitada Piloto” com betão projectado e gunitagem, em colaboração com o LNEC (1982), na Faculdade de Engenharia do Porto sobre “casos de obra” (Doca seca do Bahrain, Barragem de Oymapinar – Turquia, Barragem de Cabora Bassa) em 1989, na Faculdade de Engenharia do Porto, sobre a execução do Túnel sob a Serra do Pilar adjacente à Ponte de São João (1989), no Escritório da Refer em Pombal, sobre a regeneração dos 12 túneis na Linha da Beira Alta (1997), no Hotel Porto Bay Falésia em Olhos de Água, sobre a Barragem de Cabora Bassa (2009); Foi autor das seguintes publicações: na revista FER XXI do artigo “Tratamento, Regeneração e Adaptação ao Gabarito de Eletrificação dos Túneis da Linha da Beira Alta” (1997), nas “II Jornadas de Engenharia e Ciências – Universidade Eduardo Mondlane”, comunicação sobre tratamentos de fundação da Barragem de Massingir, no Rio dos Elefantes, livro “Ponte Ferroviária de S. João sobre o Rio Douro (Metodologia Alternativa ao Trabalho de Consolidação e Impermeabilização da Rocha de Fundação do Pilar D1 da Margem Direita)”, que veio a ser executada, Comuni- cação apresentada no XII Congresso Nacional de Geotecnia sobre a “Reparação do Açude de Azenhas de Vilar” no Rio Cávado que foi publicada na Revista Geotecnia da Sociedade Portuguesa de Geotecnia.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.