Daniel Folha

 Daniel Folha nasceu em 1947 e foi criado no seio de uma família de marítimos, tendo crescido entre Espinho e Matosinhos, duas terras piscatórias.Aos 14 anos tira a Cédula Marítima de Tráfego Local  e embarca na traineira S. Lucas, onde inicia a sua atividade de pescador de sardinha até aos 21 anos, data a partir da qual é chamado a prestar o Serviço Militar Obrigatório.Perto dos 22 anos é mobilizado e parte em 8 de Maio de 1969 no navio Uíge para Angola, para vir a fazer parte da 20ª. Companhia de Comandos, acabando a sua comissão de serviço em Julho de 1971.Contudo, derivado a um grave acidente de viação como Condutor  Auto numa grande operação militar no norte de Angola, não regressou com a companhia à Metrópole, tendo apenas regressado 14 meses depois com marcas físicas e psicológicas, que ficariam para sempre na sua vida.Daniel Folha guardava todas as suas memórias de guerra na sua mala de cartão. O “Baú da Guerra Colonial” que agora nos mostra contém as fotografias da sua família, as suas vivências em Angola e os Poemas, Versos, Textos, Reflexões, realizados naqueles momentos. Mostra-nos também os locais por onde andou, a operação em que participou e se incapacitou, as partes de si que por lá ficaram, a família que sonhava ter depois do regresso, e a homenagem às mulheres da sua vida que o têm ajudado a esconjurar os Fantasmas dessa guerra.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.