Diogo Cardona

Diogo Cardona nasceu a 26 de maio de 1987. Natural de Gouveia, cidade situ­ada no sopé da Serra da Estrela, desde cedo demonstrou paixão pela escrita. A sua primeira "história" dedicou-a à Pro­fessora do 1.º Ciclo. Mas foi em 2012, quando estava já na parte final do Mes­trado Integrado em Engenharia Civil, que foi desafiado pelo grupo Escola Ve­lha a escrever a sua primeira peça teatral denominada "O Movimento". Desde en­tão, vários foram os textos escritos por si. Destes, destacam-se "A Reza", texto selecionado para integrar o Festival de Peças de Um Minuto" (2013), "A Portu­guesa Club" (2014), "Olhó Bicho" (2016) e o monólogo "Ana" (2019). Foi ainda responsável pela estruturação da peça "Escravos Modernos - Utopia, o prin­cípio de todo o progresso", a partir de textos de Fernão Botto Machado. Mas a paixão pela escrita não se fica por aqui. Já escreveu rábulas para rádio, poemas para músicas e guiões para espetáculos.

Paralelamente, em cima do palco, também já desenvolveu vários tra­balhos enquanto ator e cantor, reve­lando assim a sua paixão pelas artes.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.