Fátima Andersen

Fátima Andersen, avó em acelerada contagem decrescente para o início do 80º ano. Nasceu na ilha da Madeira e tem origens na ilha de S. Miguel. Publicou “Amores imperfeitos” em 1996, “Quarenta e duas cartas que não de amor” em 1998 e “Partitura” em 1999, integrou uma obra coletiva de 2002 com o conto “Silêncios” e outra obra coletiva de 2017 com poesia. Continua intrigadíssima com esta estranha coisa que é viver.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.