Fernando Gimeno

Nasceu em Vassouras à 30 de março de 1947. Seu pai era jornalista assinando seus artigos em “O Correio de Vassouras” na década de 50; por isso, ainda pequeno Fergi  já  perambulava pelas oficinas do jornal manifestando enorme curiosidade e interesse pelas linotipos e as grandes máquinas rotativas de impressão.

Formou-se na em química e logo aos vinte anos foi trabalhar na indústria, porém sem perder sua vocação literária.  Em 1968, com 21 anos de idade, era editor da Revista do Técnico Químico, órgão da Associação dos Técnicos Químicos do Rio de Janeiro.

Realizou cursos de aperfeiçoamento profissional no Japão (1971/72) e nos EUA(1976). Mudou-se para a Bahia, em 1971, para trabalhar na implantação do Pólo Petroquímico de Camaçari, vindo residir na cidade de Dias D’Ávila.

Lá se integrou na luta pala emancipação do município junto com os membros da “Sociedade Amigos de Dias D’Ávila”. O grupo conseguiu a libertação política e administrativa da cidade em 1985.

Em 1986 fundou o jornal “O Imbassai” circulante na Região Metropolitana de Salvador. Nessa época foi Assessor de Imprensa da Prefeitura Municipal de Dias D’Ávila. Fundou ainda mais dois jornais entre 1986 e 1992: Petropólo e Momento Popular.

É professor de matemática, química e física.

Durante 28 meses editou o boletim místico “Ain Soph” com distribuição gratuita através da mídia eletrônica para todo o Brasil. Escreveu os livros Arcanos da Eternidade, Trilhas Convergentes, O Casarão de Samambaias e Os Doze Degraus do Templo Sagrado

 

Fergi é Maçom e Rosacruz, dedicando-se ao estudo das ciências esotéricas há mais de quarenta anos.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.