João Afonso Gil

João Afonso Gil é oficial superior da Marinha de Guerra Portuguesa com o posto de capitão-de-mar-e-guerra. Em 1989 concluiu a licenciatura em Ciências Militares Navais, na Escola Naval, e em 1991, o Curso de Especialização de Oficiais em Hidrografia. Cumpriu serviço no Instituto Hidrográfico, tendo realizado e coordenado inúmeros trabalhos topo-hidrográficos nas áreas portuárias e costeiras do continente e dos arquipélagos atlânticos portugueses, bem como nos portos moçambicanos de Maputo, Beira e Quelimane. Ao longo da sua carreira exerceu vários cargos de comando. No mar foi comandante da lancha hidrográfica AURIGA e das corvetas JOÃO ROBY e JACINTO CÂNDIDO. Em terra, chefiou as brigadas hidrográficas, cumpriu serviço no Estado-Maior da Armada e no Estado-Maior-General das Forças Armadas, e foi comandante do Reduto Gomes Freire, em Oeiras. Ao serviço da Autoridade Marítima Nacional exerceu as funções de Capitão do Porto e Comandante da Polícia Marítima em Aveiro e em Lisboa. O interesse sobre a atividade portuária levou-o a cursar a pós-graduação em Gestão do Transporte Marítimo e Gestão Portuária, no ISEG, em Lisboa, em 2000. O autor é Mestre e Doutor em Ciência Política e Relações Internacionais, pela Universidade Nova. Em 2009 publicou O Estado de Exceção na Teoria Política Internacional, resultante da sua dissertação de mestrado.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.