João Atalaia

Nasci numa pequena aldeia do concelho de Lamego, onde vivi uma infância feliz. As montanhas e vales verdejantes foram o caminho para um crescimento livre, sem barreiras ou fronteiras que delimitassem uma liberdade de crescer e viver, atento às mais diversas formas de vida, com que a Natureza me ofereceu e que acabaram por fomentar o gosto pela poesia. A alternância de cores e o colorido, próprio de cada estação, bem como os odores típicos mantiveram viva a imagem da magnitude da paisagem e da própria vida, numa transparência de imagens e sonhos vividos, agora transpostos para a escrita, em imagens invioláveis que a memória e o coração guardam, como lembranças de vida e sonho. A poesia é e sempre foi o mundo da liberdade de pensamento, em que as palavras são livres como o vento e cada poema é um desabafo instantâneo, sem ouvir a razão ou conhecimento, apenas cascatas em movimento!

 O autor,

João Atalaia

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.