João Cerveira

João Cerveira (Lobito, Angola, 1960) é filho e neto de beirões das margens do Dão. O pai, de Pedra Cavaleira, logo acima das Caldas de São Gemil, no caminho entre Santar e Cabanas de Viriato. A mãe, de Loureiro de Silgueiros, na outra margem do rio, a uma dúzia de quilómetros de Viseu.

O autor é natural do Lobito / Angola.

A ascendência paterna, de Pedra Cavaleira, a materna, de Loureiro de Silgueiros, ambas nas beiras do Dão, no concelho de Viseu.

Docente, há quase quatro décadas, apaixonar-se-ía, em finais de setenta, pela Serra da Arada e limítrofes, razão pela qual fixaria residência em São Pedro do Sul, ali a dois passos do maior Centro Termal da Península Ibérica e de lá do alto do senhor São Macário.

Formador na área das Expressões, o autor alimenta, de pequeno, o Gosto pela Palavra. Palavra escrita, palavra dita, cantada, lida, contada, "tornada, tomada, com vida", tal qual assim no-lo sublinha.

Em 2010, é editado "Quedo(s) e Calado(s), a sua primeira obra literária romanceada.

TENDA MÃE, ora aqui presenteando-nos, é a quinta delas a entregar (se) ao Mundo. E o Mundo aqui acampará, deleitando-se.

Por favor, à sua entrada, informe, só, que não sabe por quanto tempo ficará.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.