João Coelho

Nasceu, no interior do país, num dia de inverno do longínquo ano de 1961. Dizem que chovia, mas ele não se lembra. Em criança sonhava ter um dom que lhe permitisse adivinhar os pensamentos das outras pessoas, depois cresceu e compreendeu que isso seria um pesadelo. Não sabe cantar, nem pintar, mas tem carta de condução de moto e sabe falar francês.

É uma pessoa normalmente reservada, excepto quando não o é.

Ainda não assinou o tratado de paz com o acordo ortográfico.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.