João Miguel Lagoinha Reboredo

João Miguel Lagoinha Reboredo, filho de Antônio Joaquim Reboredo um eletricista de profissão, e Helena da Conceição Legoinha, doméstica de profissão com mãos de fada desde a culinária passando pelos enchidos e terminando no bordado e costura. Nasceu em Bragança no hospital distrital, mas residiu sempre em Alfândega da Fé onde passou parte da sua vida e fez os seus estudos básicos e secundários. Desde muito cedo mostrou o gosto pela música e pelo desporto.  Simplificar o ensino através da música tem sido a principal força motriz de João Miguel Reboredo um transmontano radicado atualmente no Luxemburgo. Começa por fazer formação musical e solfejo na escola da banda de música dos bombeiros voluntários de Alfândega da Fé, onde foi músico e trompetista durante 11 anos. Ingressando mais tarde no curso superior de professores do 2° ciclo com a variante de educação musical da escola superior de educação Jean Piaget - Nordeste. Uma carreira inicial voltada para os palcos e que nunca mais abandonou, é um dos fundadores do seu primeiro grupo “gota d’água” onde grava o seu primeiro disco! Seguiu-se o salto para uma carreira docente no 1º ciclo do ensino básico, com a música como fio condutor! E eis que emerge a veia de escritor/autor! Escreve o seu primeiro livro em 2004 “um cancioneiro em estudo” pelas mãos da editora Gailivro, 2009, escreve o Prazer de fazer música com a editora Arte&Escrita, em 2012, um livro de poesia para crianças, “musica e poesia quem imaginaria” da editora World Art Friend. Depois um percurso traçado com brio em Portugal desde que nasceu até 2014, data pela qual decide emigra para o Luxemburgo. Em 2014 pede licença sem vencimento por um ano e começa uma nova experiencia no Luxemburgo, é convidado para fazer parte do grupo cultural e de apoio social de Differdange  , onde nesse ano criou o grupo de cantares no grupo cultural , com o qual desenvolveu algumas atividades cujas receitas serviram para ajudar pessoas e para o evento das marchas populares, nas quais foi o seu mentor com brio,  ministra cursos de viola clássica aos adultos e as crianças , com o intuito de preservar a língua portuguesa através da musica utilizando a viola como uma estratégia motivacional. Foi o mentor do fim de semana solidário que rendeu cerca de 25000 euros para a conta de um menino. Em 2015 grava o primeiro álbum a solo onde os lucros com a venda reverteram a favor da causa solidária. Um homem de causas inicia como maestro a liderança de um grupo de cantares que mais tarde se tornou uma ASBL na qual é o presidente da direção. O mundo do espetáculo no Luxemburgo deu lhe distinção, com o seu projeto Uno, teve várias reportagens no maior jornal do Luxemburgo bem como presenças em vários programas de rádio. Neste último ano marcou presença na televisão portuguesa, na Tvi com a Fátima Lopes e no Porto canal com o Ricardo Couto e o maestro Francisco. Com ajuda de alguns patrocinadores já em 2016 grava o segundo álbum a solo onde a causa solidária está presente nos lucros da venda dos cds. Em 2016 concretiza o sonho de abrir uma escola de música, foi em Differdange que abriu o seu atelier de lá musique com o nome Reboredo´s music school que conta hoje com mais de 80 alunos e meia dúzia de professores colaboradores. Em 2017 edita mais um livro, “da Música a canção”, “o manual de guitarra do professor Joao” utilizando a língua e a música portuguesa como estratégia para o ensino de um instrumento mais especificamente a guitarra. Nesse mesmo ano acompanhado com o autor do prefacio do livro, o vocalista dos Per7ume António José Santos, apresenta o livro em vários locais e na televisão portuguesa desde a RTP a SIC, passando pela TVI e pelo Porto Canal. Sendo que a primeira edição do livro esgotou, num ápice. Em 2020 escreve “uma historia por dia nem sabes o bem que te fazia” Completa no final deste ano 20 anos ao serviço da música e do espetáculo preparando -se para publicar um disco de originais com a sua exposição biográfica em livro. Durante estes últimos anos tem ajudado, quer os bombeiros em Portugal que crianças e adultos o combate e na luta das suas doenças com ajudas financeiras!

Não é difícil vencer, o que e difícil e sermos considerados como vencedores

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.