Manuel Soares Traquina

Manuel Soares Traquina nasceu em São Simão, uma aldeia do concelho de Sardoal, num remoto Fevereiro do século passado.

O seu percurso escolar decorreu em Sardoal, Abrantes e Santarém, com passagem pela Faculdade de Direito de Lisboa.

Fez toda a carreira profissional na Banca Comercial.

É um leitor devoto dos clássicos e um cultor da palavra escrita.

Tem muitos anos de colaboração na imprensa regional através de artigos de opinião.

Publicou um livro “SORTILÉGIOS”, uma “ficção autobiografada” e, segundo os críticos, um “hino ao património natural e edificado”.

Como autodidacta absoluto, cultiva a pintura naturalista por convicção, tendo na Natureza o modelo inspirador. Faz do amadorismo sem pretensões uma forma lúdica de vivência e da pintura uma necessidade intelectual.

Tem participado em inúmeras exposições colectivas e promovido outras, a título individual.

A sua obra, que está representada em várias colecções particulares, em Portugal e no Estrangeiro, encontra-se referenciada no trabalho videográfico “Naturalismo Arte Maior” de Afonso Brandão e é citada em “O Figurativo nas Artes Plásticas em Portugal no séc. XXI”.

 

Outras obras do autor:

Desamores, Chiado Editora, 2016;

Sortilégios, edição de autor, 2014

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.