Maria José Frazão

 Maria José Cadete Frazão, de origem ribatejana, nasceu em 1963 na aldeia de Monsanto, concelho de Alcanena, em plena serra De Aire e Candeeiros onde nasce docemente o vigoroso rio Alviela, fonte de inspiração de muitas das singe­las palavras que lhe invadem a alma e alimentam a inspiração. Oriunda duma família modesta mas onde sempre reinou uma grande riqueza de afetos, vivências e desafios de vida, que lhe deram asas para “voar” e escrever, ao sabor dos mais nobres sentimentos que vão norteando toda a sua existência.

Educadora de Infância, Licenciada em Ciências da Educação, escreve ao sa­bor dos sentimentos que povoam toda a sua essência, desde a infância. Os temas vão surgindo numa paleta de emoções e vivências que fluem no seu ser e que tenta registar nas palavras que partilha. Desde criança sempre teve a paixão pela escrita e gosto em partilhar o que escre­ve com amigos ou espontaneamente em situações que acha pertinentes, tendo de­clamado poemas em encontros profissio­nais e eventos festivos e publicado textos em jornais locais.

Participou em várias antologias, nomea­damente “Antologia Poética” da Editora Calçada das Letras, em 2014; “À Volta da Fogueira” da Emporium Editora em 2020; e através da Chiado Editora “An­tologia de Poesia Contemporânea – Entre o Sono e o Sonho” Vol. VI a XII, – Tomo II e ainda da mesma editora, “Natal em Palavras” em 2018, “Cartas de Amor” em 2019 e em 2020 “Quarentena – Me­mórias de um país confinado”.

Publicou três livros de poesia pela Chia­do Editora: em 2015 “Mensagens de Vida”; 2016 “Nas Asas dos Sentimen­tos” e 2017 “A M A R e MAR” tendo re­alizado apresentações destas obras, com acompanhamento musical, em diversas localidades de Portugal. A sua escrita e os seus livros têm sido divulgados na rá­dio e TV e através de amigos, nos diver­sos continentes do nosso mundo.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.