Nelson Padrella

Nelson Padrella teve lançado seu primeiro livro em 1966, em coautoria com seis outros colegas. 7 de Amor e Violência (edição dos autores) contestava o Golpe Militar recém havido. Em seguida, o regime endureceria, e uma segunda edição do livro foi confiscada na gráfica. Em 1969 aparece O Fascismo é um Estado de Espírito (edição do autor). Em 1970 aparece A Montanha Azul, (edição do autor), livro de textos líricos. 1978, lançamento pela Editora Mac-Grow-Hill do livro Os Vencedores, reunindo os trabalhos dos premiados em concurso de contos nacional; Padrella ganhou o Prêmio Melhor Paranaense. Em 1997, premiado novamente como Melhor Paranaense em Concurso Nacional, tem editado pela Iluminuras seu livro Meu Bimbim, onde usa o pseudônimo de Franz Hertel. Em 2000, divide o livro Ofício de Polir Esqueletos com Walmor Marcellino (Editora Quem de Direito). Em 2001 lança, ainda pela Editora Quem de Direito, os livros Pão e Vinho e O Fantasma de Eduardo Pymm. Nelson Padrella só voltaria à ativa dezesseis anos depois, com o atual romance O Menino, pela Chiado Editora.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.