Pixeu

Gosto de ser diferente, como cada um de nós o é, e dessa forma a minha motivação para escrever começou desde que senti vontade de desabafar e não tive com quem, ou não me senti suficientemente confortável para o dizer. A partir desse momento comecei a treinar exaustivamente essa ínfima probabilidade de até ter jeito para o fazer e surgiu uma dedicação e prazer que nunca tinha imaginado. Sou a minha própria religião, tenho fé de me tornar numa identidade com que muitos se identifiquem de uma forma anónima e que os seus ouvidos estejam prontos para o batismo da pureza e honestidade que este ser humano transmite!

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.