Rafael Tavares

Sempre fui um curioso e um observador! Desmontar coisas era o meu passatempo predileto em criança. Demonstrei um interesse pela ciência logo cedo, em casa e com os amigos! Desenvolvi o gosto pela música e pelo piano. Depois cheguei à poesia e aqui estou hoje! Sento-me num jardim, num banco, no metro... E observo o mundo que me rodeia e escrevo o egocentrismo que há em mim.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.