Deambulações
€10,00   Papel

Deambulações

Sinopse

"DIVAGANDO

Roubo o tempo ao vento
Enquanto o mau tempo aguento
Até que o tempo bom apareça
E o meu atormentado coração aqueça

O meu mau tempo sou eu que o crio
Forjando situações inadequadas
Para desse modo divagar no vazio
Ao sabor das minhas poéticas quadras

Não atribuo culpas a ninguém
Desta existência menos dourada
A vida é mesmo um baloiço que vai e vem
Que só consegue alegrar gente acriançada"

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.