€11,00   Papel

Deus me disse que não existe

Sinopse

Não gosto de ouvir conselhos, sou teimoso. No entanto, tenho conselheiros, como todo governante que se preza. Companhia, sabe. Reunira alguns deles para que Me sugerissem a essência de um festejo. À mesa, a fina flor do Inferno. Eu, é claro, à cabeceira, a vomitar-lhes a sabedoria que Me é imanente. Tamerlão, Sejano, Messalina, o anão Torquemada e Gengis Khan eram os felizardos que comigo estavam a aprender. Em pé, à minha retaguarda, dois ferozes pretorianos cabeças-de-bode a tudo observavam, sem simpatia, à espera de Minhas ordens

 

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.