Flores Verdes em Tempo de Guerra
€10,00   Papel

Flores Verdes em Tempo de Guerra

Sinopse

Os poemas, escritos entre 1968 e 1972, falam da saudade, da angústia, estados de alma que a autora experimentou na juventude e associa aos encontros e desencontros, à partida, à perda, à morte, provocada pela distância e pela guerra, que se adivinha que seja a colonial.
Esses sentimentos à flor da pele transportam-nos para um exacerbado romantismo, que é contraposto pela esperança simbolizada pelas "flores verdes", pela liberdade representada pela ave e pelo vento e pela alegria de viver, caracterizada pela flor vermelha e pelos dias leves como a nuvem que desliza.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.