Frasco de Veneno
€14,00   Papel

Frasco de Veneno

Sinopse

As “Crónicas do Inferno”, do Dê Moníaco, pseudónimo de Vitor Ilharco, publicadas durante meses em vários jornais regionais e agora aqui reunidas em livro sob o título “Frasco de Veneno”, constituem, no actual contexto português, um verdadeiro bálsamo de Liberdade, de Solidariedade e de Cidadania (sublinho as iniciais maiúsculas).
A belíssima escrita (escassa nos nossos dias), povoada por um estilo acutilante e sarcástico, mas, simultânea e dolorosamente, crítico e honesto, dá-nos a fotografia sombria do Portugal em que vivemos.
Os temas, tão diversos quanto relevantes, são tratados com a coragem de quem pensa livremente e não tem medo de os partilhar através da opinião.
Sim! A opinião não é crime, como bem demonstram os textos que se seguem! A opinião, resultante do pensamento crítico e livre, constitui uma das mais poderosas armas da Democracia.
Vítor Ilharco, ex-jornalista, mas conhecido publicamente pela sua participação cívica em grandes causas da Democracia e da Liberdade (como é o caso da “APAR – Associação Portuguesa de Apoio ao Recluso”), mostra, nesta obra, o seu elevado espírito crítico, o seu reconhecido humanismo e, sobretudo, a sua Cidadania activa através da expressão intelectual. Mostra, outrossim, que é difícil, ou mesmo impossível, “cortar a raiz ao pensamento”.
Pelas qualidades pessoais e intelectuais de Vítor Ilharco, pela beleza e relevância social das suas crónicas e, também, pelo momento em que vivemos, considero que a Obra ora dada à estampa constitui um documento único e de obrigatória leitura para todos os que amam a Liberdade e a Democracia.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.