Grãos de Esperança
€12,00   Papel €5,00   Ebook

Grãos de Esperança

Sinopse

Guerreiro assume, no subtítulo, que os seus [haicais] são guilhermianos. Como Guilherme de Almeida (poeta paulista, 1890-1969), ele estabeleceu para si tercetos de 5, 7 e 5 sílabas, rimas do primeiro com o terceiro verso, o segundo com rimas internas na segunda e sétima sílabas. [...] Sobre essa base... técnica, surge o estilo Guerreiro, cuja primeira característica é a preocupação social. E outra: a paixão pelo sertão nordestino brasileiro, patético e, muito mais: estético. Tanto, que as grandes obras de arte do país são todas dessa região ou sobre ela: Os Sertões, de Euclides da Cunha, Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, Vidas Secas, de Graciliano Ramos, bem como os filmes Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha, Os Fuzis, de Ruy Guerra, e novamente Vidas Secas, agora de Nelson Pereira dos Santos. A Portinari essa área rendeu a impactante série de quadros Flagelados ou Retirantes. Ao poeta João Cabral de Melo Neto, deu Morte e Vida Severina, grande poema tornado popular pela música de Chico Buarque. Mas eu falei de duas características marcantes destes haicais. Uma terceira: rigor. [...] Quarta: no espaço tão exíguo do férreo terceto de cinco-sete-cinco sílabas, próprio para poucas imagens, ele às vezes nos entrega uma bela natureza-morta...

W. J. Solha 

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.