O livro dos mortos
€11,00   Papel €5,00   Ebook

O livro dos mortos

Sinopse

“E então foi dito na mente humana que o pós-morte existe”, essa frase foi a semente dessa história, se não fosse o horário que me obrigava a dormir cedo para trabalhar no outro dia, ali mesmo naquele momento único de reflexão com amigos essa semente iria florescer frondosamente e quebrar a terra no meio, principalmente porque ela pode ultrapassar o crivo da ciência, então dá para pensar o que quiser sem ninguém te censurar, infelizmente tive que cuidar sozinho da semente que brotou ali, nos pouco que foi debatido ficamos questionando o quão forte é o pós morte na vida das pessoas, nós criamos túmulos para relembrar, amuletos e fotos para preservar e guardamos objetos estranhos pela casa que aparentam ter a energia daquele que morreu, tal qual uma bruxa que guarda zelosamente seus ingredientes para o caldeirão. Ao falar de morte tem um espaço na arquitetura da humanidade dedicado para aqueles que foram e ainda não foram, que partiram mas tão aqui ainda enchendo o saco por alguma razão de motivo, os filmes de terror são bem categóricos para representar estes que foram mas ainda estão, os espíritos podem ser rancorosos, guardam magoas e ressentimentos, querem nada mais nada menos do que um puro banho de sangue daqueles que ainda respiram, interessante pensar que nestes filmes aqueles que morrem nas mãos do espirito rancoroso não viram espíritos também, eles apenas morrem, há então um critério para alguém ficar no meio termo, que critério seria esse? E no fim, se não possuo rancores o que estou fazendo nesse intermediário? Esperando? Falando? Olhando a Senhora Elvira tropeçar no degrau mau feito de sua escada? O mais legal é que os que ficam não se contentam em ficar na sua, insistem em causar a discórdia na vida dos vivos, foi nessa reflexão que descobri a origem do estranho calafrio que de tempos em tempos e sem motivo me sobe, um frio que sacoleja meus ossos e minha carne, ele é sempre inesperado mas agora eu sei, com certeza há uma espirito passando a mão na minha bunda, não o julgo, eu faria o mesmo, afinal, o que mais tenho para fazer agora que já fui mas ainda estou aqui?

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.