O Nevoeiro e as Sombras
€12,00   Papel

O Nevoeiro e as Sombras

Sinopse

Lisboa, 1923. Em desespero, Alda procura a sua irmã desaparecida. Para tal dirige-se a Vicente, um veterano da I Guerra Mundial que trabalha como detective privado.Paralelamente, o capitão Levy, da Policia de Investigação Criminal, vê solicitados os seus serviços na investigação de um homicídio de um deputado da Assembleia dos Representantes. Esperança, a irmã desaparecida de Alda, fugiu de casa para viver a sua vida junto do homem que ama, Óscar, um delegado sindical com cadastro de terrorista político.

A República fundada em 1910 arrasta consigo as contradições e os problemas inerentes a um novo regime que começa a dar sinais de cansaço, repetição de erros antigos e, sobretudo, ausência de recursos para novas soluções. A participação na Grande Guerra causa problemas terríveis de financiamento, equilíbrio orçamental, movimentos inflacionários, etc. Nas ruas a violência social dispara ao sabor do aumento do custo de vida, da rivalidade política e da acção especulativa.

Neste ambiente de incerteza e de guerra acesa, os sobreviventes da Grande Guerra saboreiam os últimos momentos de liberdade e de criatividade na construção de uma nova ordem que não vai passar da sua própria puberdade. Perdida entre dois mundos (um que terminou e outro que se tenta erguer), esta geração vai conhecer o fim de toda a aventura quando uma ditadura feroz se instalar, assente nas raízes mais conservadoras da sociedade portuguesa. Um tempo de grande incerteza, mas também um sonho de esperança. Uma esperança em que todos falharam na tentativa de a erguer. Por egoísmo, por desilusão, ou, muito simplesmente, por incapacidade absoluta.

Seja como for, o sonho e a esperança são a mais alta expressão da felicidade…pelo menos enquanto duram. Enquanto se saboreiam. E que outras alegrias terá a vida para além disso?

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.