Origens e Destino da Imagem
€20,00   Papel

Origens e Destino da Imagem

Sinopse

"Porque de todos os objectos do mundo, os objectos arquitectónicos, não habitam (só) ao nosso lado o mundo; somos nós que habitamos neles, não somente ao seu lado, mas também, senão mesmo sobretudo, dentro deles. Podemos até dizer, correndo o risco de sermos precipitados, que são justamente eles, os objectos (ditos) arquitectónicos que, de certo modo, instituem os termos através dos quais o mundo é o que para nós é.
Portanto, dirigir uma análise à arquitectura, dentro desta convicção - a convicção de que os "objectos" arquitectónicos não são como todos os outros objectos que connosco mantêm uma relação de lateralidade, mas que são algo mais do que isso e que, por isso, mantêm connosco outras relações -, obrigará, posto isto, a uma reflexão que a possa olhar para além do visível ou até mesmo do palpável, um olhar que se não esgote na estética do "objecto" arquitectónico.

Mas, queremos com isto dizer que existe uma espécie de zona intangível da arquitectura? Uma zona invisível? uma zona "não palpável"? E, mais, que a essa zona pode ser dirigida uma análise? Sim, de certa forma é isso que estamos a dizer; todavia, não estamos a dizer só isso. Estamos, quase sem querer, a dizer, também, que a arquitectura, não sendo só o objecto arquitectónico, é, sobretudo, aquilo que está entre ele e eu. Mais: estamos a dizer que a arquitectura é uma espécie de sou."

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.