Os Bem-Amados
€10,00   Papel

Os Bem-Amados

Sinopse

“Adeus, Berlim, e mais uma vez bem hajas por tudo o que me ofereceste, mostrando-me (...) que a vida merece ser vivida e não deve ser desperdiçada ou destruída.” (“Os Bem Amados”)

“Porque é que estás a chorar?’ perguntou Shiva, pousando-lhe a mão no ombro. ‘Não estou a chorar,’ respondeu Sebastian baixando os olhos. ‘É a chuva – a monção chegou.” (“Lágrimas de Chuva”)

“E ali se deixou ficar, (...) pensamentos sem sequência cruzando-lhe a mente como instantâneos perdidos de um filme abandonado, registando cenas de uma vida que ele nunca tivera qualquer desejo de viver.” (“Instantâneos”)

“(...) Ramos fustigados pelo vento, quais gritos calados que ninguém ouvia, excepto talvez quem lágrimas chorara a meio da noite sem ninguém ao seu lado para o acarinhar.” (“Gritos Calados”)

“(...) Mikhail Radiguet olhou boquiaberto para o amigo que (...) desaparecia na imensidão da noite que tudo envolvia no seu manto de escuridão e de silêncio.” ” (“Um Outro Local Para Viver”)

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.