Zacarias
€12,00   Papel €5,00   Ebook

Zacarias

Sinopse

Salpicado de vida e revigorado, o monstro lançou as patas felinas sobre um peixe gordo que insinuava a carne branca por entre a pele cinzenta-prateada e crostada, raçudo com a sua mancha negra vistosa junto ao opérculo, assado com mestria pela assinatura dos golpes certeiros enviesados que lhe rasgavam os lombos na diagonal, agarrou-o a meio do corpo e trincou-o a partir da cabeça até ao que ficava exposto pela garra fechada, quase inteiro, meio engolido, e abandonou o que restava do corpo, ao nível da segunda nadadeira dorsal, inglório e estripado com o ventrezinho branco rasgado pousado na borda da tábua de madeira. Triturou a carne do bicho e a sua coluna com dois movimentos largos de queixada, os dentes rangeram duas vezes, tantas quantas bastaram para seguir o caminho de engolido. Depois percebeu dois pedaços bons de carne sangrenta no meio da pilha de alimentos e recolheu-os simultaneamente, um em cada mão, e trincou-os a meio um de cada vez, e depois outra vez, até só lhe restar um suco lipídico e hemático de cor alaranjada nos beiços e nas mãos. Ele ainda não se tinha servido, atónito com as maneiras do tutor sem faqueiro, que usava as garras como talher e comia a alma dos alimentos juntamente com a sua carne, viu-o a recolher uma das malgas de caldo e, com o primeiro dedo da mão direita praticamente submerso a ser provado pela sopa, alapado nas paredes da tigela como uma tenaz, a despejá-la de uma assentada no cabouco da sua boca cinzenta.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.